livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: meio rei - Joe Abercrombie



Jurei vingar a morte do meu pai. Posso até ser meio homem, mas sou capaz de fazer um juramento por inteiro. Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem. Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava. Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo. Joe Abercrombie nos apresenta um protagonista surpreendente, numa história de percalços e amadurecimento que abre a trilogia Mar Despedaçado.

"Meio Rei" foi escrito por Joe Abercrombie e publicado no Brasil em 2016 pela Editora Arqueiro. A obra possui 288 páginas e boa diagramação. Como sempre, a Arqueiro fez um ótimo trabalho editorial e revisional. Se há erros ortográficos na obra, os mesmos passaram despercebidos por mim. Além disso, esse é o primeiro volume da trilogia "Mar Despedaçado".


Na obra conhecemos Yarvi, filho caçula do rei Uthrik. Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem. 

Todavia, Yarvi é um jovem extremamente inteligente e, por isso, usa a inteligência para estudar para se tornar ministro.

Todavia, o jovem assume o trono por consequência do assassinato de seu pai e seu irmão mais velho e é a partir daí que a trama de "Meio Rei" se desenvolve.

Posso dizer que pela primeira vez me encantei de verdade por uma obra de Joe Abercrombie. Apesar de ser um autor renomado e internacionalmente conhecido, o contato que tive com outras obras do autor não foram lá muito satisfatórios.

Surpreendi-me ao me deparar com uma narrativa envolvente e de escrita objetiva. Nessa obra não há rodeios, é tudo direto ao ponto.

É interessante perceber, também, a evolução de Yarvis durante a história. Ele mostrou  o amadurecimento esperado diante de uma situação tão trágica quanto a morte de seus familiares. Acredito que a vingança o motivou a se petrificar dessa maneira...

É uma obra intensa. Fez com que eu sentisse diversas emoções durante a leitura. Estou ansiosa pelo volume dois!! O final é surpreendente e te deixa com aquela sensação de "CADÊ A CONTINUAÇÃO? QUERO PRA ONTEM!"

Indico a obra para todos aqueles que gostam de histórias com reinos, superação e muita ação.