livroseflores@outlook.com.br Image Map

Grim Reaper – Miss Nick & Bettina Winkler



Sinopse: A morte espreita, à nossa espera, e nos chama a cada dia. Ruas sem saída, dimensões inimagináveis... É fácil vivermos sem nos preocupar em olhar o que está além do mundo visível aos olhos e não prestarmos atenção nos seres encapuzados que transitam ao nosso redor.As criaturas andam entre nós e ao morrermos, elas conduzem as nossas almas. Quando caímos no abismo mortal, não há mais como voltar. Ver além do obscuro. Além do celestial.

Grim Reaper – Jornada da Morte é a primeira de muitas resenhas que virão em parceria com a Editora Young. O livro foi escrito por Miss Nick, autora de Marvelus Circus, e Bettina Winkler, que escreveu Triângulo Vermelho. O livro foi disponibilizado para resenha em formato digital. Possui 30 partes e os títulos de cada uma descreve o que vem no decorrer da estória.
A estória é bem misteriosa, com revelações surpreendentes do meio pro final do livro. Aborda o tema morte e discute como muitas vezes esta é a melhor opção, mostrando que dependendo do jeito que se vive a morte não é uma coisa tão ruim. 

Depois de sua “quase morte ou morte” a personagem principal começa a ver que o mundo ao seu redor nem sempre é o que parece e que a realidade é só uma fachada que cobre uma imensidão de auras negras. 

Há uma dúvida se todo esse mundo novo que possui demônios e ceifadores de vidas existem mesmo ou se foi só um trauma do acidente. Enquanto o restante do seu grupo amigos lidam com questões normais da adolescência, Amy se preocupa com a sua morte, sendo perseguida diversas vezes por pesadelos.

No decorrer do livro é possível ver que o foco principal é o descobrimento de um mundo novo. O amor é um dos temas principais, mas o que mais me chamou a atenção foi a descoberta de uma escala de cinza em um mundo que só se enxerga o preto no branco. 

Outro assunto abordado é a vida após a morte e a paranormalidade, além da certeza de nunca mais ter uma vida como antes. Se esses são os seus assuntos preferidos, Grim Reaper é uma boa escolha.


O começo do livro é bem parado e os parágrafos são cortados pela metade, não sei se isso foi por conta da configuração do formato digital... Mas acaba cortando um pouco o raciocínio na hora de ler. 

Os diálogos do livro são mal elaborados e simplórios em palavra e descrição. Senti falta da indicação de quebra dentro dos capítulos para mostrar que começou outro assunto. Os parágrafos são curtos e de fácil leitura. No final do livro é possível ver que haverá uma continuação.