livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: Esperando por Doggo - Mark B. Mills











Dan achava que tinha uma vida feliz com Clara, mas, de uma hora para outra, ela desaparece inesperadamente de sua vida, deixando para trás apenas uma carta de despedida e um cachorro. A pequena criatura é incomum e sequer tem um nome definitivo, ele é simplesmente chamado de Doggo. Agora, Dan tem a missão de devolver Doggo, e, ao mesmo tempo, encontrar um novo emprego. A primeira missão parece ser fácil, a segunda, nem tanto. Com o passar dos dias, Dan começa a desfrutar da companhia de Doggo e não tem coragem de abandoná-lo. De forma singela, mas significativa, a presença do pequeno cão ajuda àqueles que estão ao seu redor. Doggo acaba tornando-se muito mais que um amigo de quatro patas, transforma-se em uma verdadeira fonte de inspiração para o trabalho e para a vida de Dan. Esperando Doggo não é só um livro sobre um cachorro. É um livro sobre o poder de uma verdadeira e sincera amizade.





"Esperando por Doggo" foi escrito por Mark B. Mills, traduzido por Ana Paula Corradini e publicado no Brasil em 2015 pela Editora Novo Conceito. A obra possui 224 páginas divididas em 27 capítulos. A diagramação está muito boa, com letras de tamanho bom e páginas amareladas, o que faz com a leitura flua bem.

Nesse livro, conhecemos Dan, um rapaz achava que tinha uma vida feliz com Clara, mas, de uma hora para outra, ela desaparece inesperadamente de sua vida, deixando para trás apenas uma carta de despedida e um cachorro. 

A pequena criatura é incomum e sequer tem um nome definitivo, ele é simplesmente chamado de Doggo. Agora, Dan tem a missão de devolver Doggo, e, ao mesmo tempo, encontrar um novo emprego. 

A primeira missão parece ser fácil, a segunda, nem tanto. Com o passar dos dias, Dan começa a desfrutar da companhia de Doggo e não tem coragem de abandoná-lo. De forma singela, mas significativa, a presença do pequeno cão ajuda àqueles que estão ao seu redor. 

Eu, particularmente, amo animais. E, por este motivo, não costumo ler livros sobre eles, pois tenho medo de algum animal morrer durante a trama. Meu coração simplesmente não aguenta! Todavia, achei a premissa desse livro tão apaziguador que resolvi realizar a leitura.

Sorte minha ter feito essa escolha! O livro me surpreendeu, pois eu esperava algo superficial, bem água com açúcar. Pelo contrário, encontrei uma obra que é capaz de transportar o leitor a um estado de reflexão sobre amor, amizade e sobre a importância das coisas simples do cotidiano que são capazes de nos deixar felizes.

Achei incrível o desenrolar do relacionamento entre Dan e Doggo. No início, a relação entre os personagens não é das melhores, mas, com o passar do tempo Dan encontra em Doggo o amigo fiel que nunca teve.

A linguagem da obra é bem coloquial, o que torna a leitura bem fluída. Não encontrei erros de ortografia ou digitação, se eles existem, passaram despercebidos por mim. Todavia, a narrativa do autor tem muito o que amadurecer. Senti que alguns diálogos são rígidos demais e que algumas passagens não são tão bem desenvolvidas quanto deveriam ser. Por este único motivo foi que o livro não ganhou cinco estrelas. Porém, a premissa e a fofura da história amenizam esse defeito.

Enfim, recomendo o livro a todos que buscam uma leitura leve e, ao mesmo tempo, reflexiva. Àqueles que amam animais e que curtem histórias sobre amor e amizade.