livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: A Escolhida - Amanda Ágatha Costa





Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota perdida na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais. Através de sua aparência impecável e feições delicadas, ninguém conseguiria supor quem ela é e o que gosta de fazer: um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas. Porém, tudo muda quando é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. Em meio a várias mudanças repentinas, terá de enfrentar suas convicções a fim de descobrir um lado de si mesma que não imaginava existir. Será que o amor vai fazer brotar a alegria em seu coração? Ou ele irá arrastá-la diretamente para a morte? Ari será capaz de finalmente superar o próprio passado sombrio ou sucumbirá a ele, deixando pelo caminho mais um grande rastro de destruição?

"A Escolhida" é uma obra nacional escrita por Amanda Ághata Costa. O livro pertence ao gênero romance fantástico, possui 452 páginas e foi publicado de maneira independente pela autora. Em janeiro de 2016, será relançado pela Editora Arwen. Este é o primeiro título da trilogia escrita pela autora.

Nesse primeiro volume, conhecemos Ariali, uma garota abandonada e desprezada pelos pais ainda criança. Ari sente profunda mágoa em relação a isso e cultivou esse sentimento por boa parte de sua vida.

Ariali fez das ruas o seu lar e muitas vezes era vista pela sociedade como aberração. Com feições delicadas, ninguém poderia supor quem Ari é e o que gosta de fazer... Ari é um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas. 

A história começa a se desenvolver quando nossa protagonista é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. 

Acredito que uma das coisas mais difíceis ao se escrever uma resenha de um livro do qual se gostou muito é colocar em palavras a intensidade desse sentimento. Tarefa árdua esta a que me proponho cumprir.

Narrado em primeira pessoa, conseguimos conhecer Ariali muito bem. Com personalidade forte e marcante, é com certeza uma personagem que consegue seu cantinho no coração do leitor. Determinada e corajosa, Ariali é uma bela metáfora de que ninguém é perfeito e que ninguém é totalmente bom e nem totalmente mau.

Apesar da narrativa em primeira pessoa, é possível obter um panorama dos demais acontecimentos e personagens. Achei incrível a maneira que a autora construiu sua escrita, a fim de criar esse efeito admirador, visto que até mesmo as personagens secundárias são bem construídas. Além disso, vale ressaltar quão bem desenvolvida é a comunidade que a autora criou. 

Gostei muito da escrita de Amanda. A história prende o leitor do início ao fim. Ao final, ficam algumas pontas soltas que creio (e espero) que serão resolvidas ao longo da trilogia.

Enfim, espero que tenham conseguido entender quão envolvente essa obra é. Nunca tinha lido romance fantástico e adorei a experiência. Estou muito ansiosa pela leitura dos próximos volumes! 

Recomendo a obra a todos que acreditam no poder do amor. Aquele amor capaz de mudar até uma "alma de pedra" como a da Ariali. E a todos os fãs de literatura nacional.