livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: Mulheres - Carol Rossetti



MULHERES
Autora: Carol Rossetti
Páginas: 160
Editora: Sextante
Sinopse: Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN. Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios. Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação.  “Existem mulheres negras, brancas, morenas, latinas, asiáticas, indianas, indígenas. Existem engenheiras, donas de casa, prostitutas, senadoras, artistas, executivas, atrizes. Há mulheres cegas, surdas, mudas. Mulheres bipolares, deprimidas, ansiosas. Existem heterossexuais, lésbicas, bissexuais, arromânticas, pansexuais, assexuais. Mulheres cristãs, ateias, budistas, islâmicas. Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui. Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano.


"Mulheres" é um livro nacional, escrito por Carol Rossetti e publicado em 2015 pela Editora Sextante. A obra possui 160 páginas e é divida em cinco partes: corpo, moda, escolha, amores e valentes. O livro foi cedido ao blog em parceria com a Editora.

Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN. 

Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios. 

Essa mensagem que Carol transmite através de seus desenhos ganhou o formato de livro e inclui textos e imagens de autoria dela. Basicamente, a autora propõe um diálogo para aprendermos uns com os outros, sem colonizar o próximo.

É muito difícil falar sobre esse livro. Ele transborda emoção e nos faz refletir, mesmo que involuntariamente. Acredito que a leitura dessa obra me fez encarar o mundo de outra maneira. Recomendo a todos a leitura desse livro! :)

Para entender, você tem que ver:





"Aprendi a não convencer ninguém. O trabalho de convencer é uma falta de respeito, é uma tentativa de colonização do outro." (José Saramago)



ENCONTRE-ME: