livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: Escuridão Total Sem Estrelas – Stephen King


1922 (1922, 2010): Wilfred James e Arlette James são donos de 100 acres em Hemingford Home. Enquanto sua irritante esposa quer vender sua parte para uma companhia, Wilfred quer manter suas terras. A cada dia que passa, Wilfred percebe que só há uma solução para o problema. Envenenando a mente de seu filho, Henry, os dois acabam por assassinar Arlette. A história é uma narração/confissão de Wilfred sobre como ocorreu o assassinato, e a série de terríveis eventos que foi desencadeada por causa do crime.Gigante do Volante (Big Driver, 2010): Tess, uma escritora de suspense leve, vem suplementando sua renda por anos, servindo como oradora em alguns eventos. Em um compromisso de última hora, Tess vai fazer uma palestra na cidade de Chicopee. No caminho de volta para casa, ao pegar um atalho, um evento horrível mudará sua vida para sempre; após isso, Tess descobrirá um lado negro em si mesma que nunca imaginou possuir, e não descansará enquanto não obtiver a coisa que mais deseja: vingança. Extensão Justa (Fair Extension, 2010): Dave Streeter está sofrendo com câncer e para aliviar a angústia resolve passear. Durante o passeio, ele conhece um homem misterioso que lhe oferece um “prolongamento de vida” de duas décadas. Porém, como é regra universal do mundo dos negócios, tudo tem um preço. Irá Streeter ceder à sedutora ideia de viver mais, em troca de prejudicar seriamente uma pessoa realmente próxima a ele? Um Bom Casamento (A Good Marriage, 2010): Darcy Anderson, casada há 27 anos, aprende mais sobre o seu marido do que gostaria quando literalmente tropeça em uma caixa misteriosa sob uma mesa na garagem. Isto é apenas a ponta do iceberg, pois as descobertas que ela fará poderão colocar não só seu casamento e família em xeque, como também sua própria vida.


Stephen King é, desde meus 13 anos, meu autor favorito e a cada livro que leio dele isso só se reforça. Nesse livro em questão o mestre nos mostra porque é O cara no que diz respeito a escrever sobre o que há de pior nos seres humanos.

A Suma de Letras se esmerou nessa edição, onde todas as laterais são negras e na lombada as letras são brancas, mas na capa as letras são num tom fosco que em determinados ângulos não é possível ler o que está contido nela. Ficou lindo!!!

Os contos desse livro são: 1922, Gigante no Volante, Extensão Justa e Um Bom Casamento. Todas as histórias possuem um elemento em comum, em todas existe alguém onde não se encontra a luz, onde as trevas tomaram conta, seja pela ganância, seja pela sede de justiça, seja pela inveja ou pela crueldade.

1922 é uma história contada por Wilfred James. Trata-se, na verdade, de uma confissão. Aqui ele narra sobre o impasse entre ele e sua esposa sobre os 100 acres de terra que ela herdou. Ela quer vender e ele quer agregar na sua fazenda. Por conta desse problema entre eles, Wilfred consegue fazer com que o filho do casal fique contra sua mãe e aceite participar dos planos de seu pai. Henry “Hank” Wilfred é apaixonado pela filha dos vizinhos e isso faz com que os acontecimentos a seguir transtornem a vida de ambas as famílias de forma irreversível.

Depois de dar cabo a vida da esposa, Wilfred se vê cada vez mais atormentado e torturado pelo que havia feito e seu filho, Hank, cada vez mais introspectivo e ligado a sua namoradinha, a filha dos vizinhos, que é levada para longe dele. Nisso o jovem Hank parte numa aventura em busca de sua amada e numa fuga das autoridades. O King conseguiu aqui mostrar que é capaz de mesclar terror, aventura e romance de forma a nos levar a um final surpreendente. É meu conto preferido do livro.

O próximo conto, Gigante no Volante, conta a história de Tess, uma escritora que faz sucesso com uma série de 12 livros policiais da Sociedade de Tricô de Willow Grove e que também apresenta várias palestras e ela se limita a ir dar essas palestras somente em locais próximos de casa. Na volta de uma dessas palestras lhe é recomendado um atalho que facilitaria sua volta a casa, mas no meio do percurso o pneu de seu carro é furado e ela tem que parar para pedir ajuda. Nisso aparece alguém que em vez da ajuda lhe estupra e, por um milagre, não a consegue matar. Depois de conseguir escapar, Tess passa a buscar sua vingança, contando com os conselhos de seu gato, do GPS de seu carro e sempre imaginando o que suas heroínas fariam.

Nesse conto o King consegue nos tirar da nossa zona de conforto e nos deixa bastante desconfortáveis, até porque nos passa a sensação de que aquilo realmente pode ter acontecido e que nossa protagonista pode até mesmo ter inventado tudo...

Depois temos Extensão Justa que trata sobre Dave Streeter e mostra até onde o homem pode ir com sua inveja. Dave mora em Derry (sim essa Derry) e um dia encontra um vendedor ambulante que lhe oferece uma extensão justa e, no seu caso, a extensão seria de anos de vida. Contudo ele teria que passar suas mazelas para outra pessoa. Dessa forma ele teria que escolher bem quem ele pode odiar ao ponto de fazer essa troca. Não posso mais falar muita coisa porque é o menor conto do livro, mas sua história nada tem de inferior às demais.

E por último temos Um Bom Casamento que eu gostei bastante (só perde para 1922), fala sobre uma descoberta de Darcy Anderson após 27 anos de um casamento exemplar e que causa uma reviravolta em seu relacionamento e em como ela via sua vida. Nesse conto podemos ver sobre a eterna incerteza que paira sobre todos nós se realmente conhecemos as pessoas com quem convivemos diariamente.

Todos os quatro contos inseridos nesse livro nos mostra como o King consegue escrever sobre os piores aspectos que o ser humano pode ser capaz de desenvolver. Ao mesmo tempo em que escreve de uma forma que nos envolve e nos deixam sem fôlego, angustiados, animados, tristes, etc.

Maravilhoso e super recomendo!!!