livroseflores@outlook.com.br Image Map

A Noiva Fantasma – Yangsze Choo



DarkSide® BooA Noiva Fantasma - Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma... 1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto. A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo. Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente. Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.
Primeiro preciso falar da edição. A DarkSide mais uma vez se superou com esse livro. Capa dura, com um acabamento aveludado, páginas amareladas e cada capítulo se inicia com uma gravura de um origami (no final do livro existem páginas desenhadas e passo-a-passo de como montar o origami). Tudo muito lindo!
A história não possui qualquer elemento de terror, trata-se de um romance sobrenatural com foco na cultura malaia e em suas lendas.
A protagonista, Li Lan é uma jovem de quase 18 anos, foi alfabetizada por seu pai e educada nos costumes por sua Amah, que seria uma ama-seca, babá ou aia, é órfã por parte de mãe, cujo pai vive isolado em casa fumando ópio, o que restringiu seu contato com a sociedade. Certa noite seu pai lhe pergunta se ela gostaria de se tornar uma noiva fantasma e a partir daí a história se desenrola.
Nos é apresentado o costume malaio de passar adiante os bens de família por meio de casamento, e como a família Li está quase falida, por conta do afastamento do patriarca dos negócios e contatos, um bom casamento de Li Lan pode salvar sua casa.
Por isso quando a família Lim propõe que Li Lan se case com o filho do senhor, Lim Tian Ching, que havia morrido há pouco tempo, posto que a família vivia no luxo e Li Lan teria o status de viúva rica, porém teria que manter fidelidade ao seu marido fantasma, a quem ela nunca teve qualquer contato, e nunca poderia viver um amor.
Inesperadamente Li Lan é convidada para ir a casa da família Lim e jogar um pouco de mahjong, mas em momento algum é citado o possível noivado. Ela vai, mesmo sem saber jogar, durante sua estadia ela conhece Tian Bai, primo de Lim Tian Ching, e vê-se encantada pelo rapaz.
Isso que contei ocorre nos 2 primeiros capítulos e a partir de então Li Lan passa por muitas reviravoltas e acontecimentos inesperados que tornam a leitura mais rica e cativante.
O romance é muito bem desenvolvido e o sobrenatural divinamente explorado, temos doses de suspense, bastante mistério e um que de trágico que nos deixa o coração na mão. Acredito que por a autora ser descendente de malaios e ter estudado em Havard contribuiu bastante para que conseguíssemos captar a grandiosidade da cultura bem rapidamente. A escrita de Yangsze Choo é bastante fluida e cativante, li as últimas 200 páginas sem conseguir parar.
Temos um exemplo lindo e edificante sobre a cultura malaia, suas crenças e lendas de uma forma que é impossível não nos deixarmos envolver. E o final, apesar de não ter sido inesperado, foi maravilhoso e diferente, pois até certo ponto tinha certeza de como terminaria e depois vi que se encaminhava para outra coisa e fiquei meio boquiaberta com o que houve.
Muito bem amarrado, não houve pontas soltas ou dúvidas não respondidas. Mas adoraria ler mais sobre essa cultura tão linda e rica!
E me foi bem surpreendente saber que existe, ainda hoje em dia, casamentos assim, se bem que são bastante raros.
Super recomendo!!!