livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: O Último Passageiro – Manel Loureiro


Título: O último passageiro
Autor: Manel Loureiro Doval
ISBN-13: 9788542202601
ISBN-10:
8542202600
Ano:
2014 / Páginas: 384
Idioma:
português
Editora:
Planeta do Brasil
Sinopse: Agosto de 1939. Um enorme transatlântico chamado Valkirie aparece vazio e à deriva no Oceano Atlântico. Um velho navio cargueiro o encontra e decide rebocá-lo até o porto, mas não sem antes descobrir que nele há um bebê de poucos meses... e algo mais que ninguém é capaz de identificar. Por volta de setenta anos depois, um estranho homem de negócios decide restaurar o misterioso transatlântico e repetir, passo a passo, a última viagem do Valkirie. A bordo, presa em uma realidade angustiante, a jornalista Kate Kilroy busca uma boa história para contar. Mas acabará descobrindo que somente sua inteligência e sua capacidade de amar podem evitar que o transatlântico pague novamente um preço sinistro durante o percurso. Inquietante. Enigmático. Viciante. Bem-vindo ao Valkirie. Você não poderá desembarcar… mesmo se quiser.

Já conhecia o autor pela trilogia Apocalipse Z, que é simplesmente incrível e o consagrou como um dos principais autores de língua espanhola. Então estava com altas expectativas com esse novo livro e posso dizer que não me decepcionei.

O livro inicia-se em agosto de 1939, ou seja, às vésperas do início da Segunda Guerra Mundial quando um navio cargueiro encontra o transatlântico Valkirie à deriva em meio a um nevoeiro. Os tripulantes do cargueiro decidem verificar o navio e, depois de uns momentos a bordo eles percebem que existe algo bem misterioso e acabam encontrando um bebê de poucos meses a bordo. Eles resgatam o bebê e rebocam o transatlântico.

Passam-se mais de setenta anos e entra em cena Kate Kilroy, uma jornalista iniciante e que há pouco perdeu seu noivo, também jornalista, e a ela é solicitado que continue uma matéria iniciada por seu noivo, sobre um empresário milionário. Então ela descobre que esse homem está disposto a gastar tudo o que tem para restaurar o Valkirie e refazer sua última viagem, no ano de 1939.

Kate é convidada a embarcar no navio e fazer uma matéria sobre a viagem. O que ela não imaginava era que estaria embarcando numa viagem repleta de perigos e que mistérios do passado podem estar vindo à tona.

Nessa obra que mistura ação, mistério, suspense, doses de terror e um quê de sobrenatural, Manel Loureiro conseguiu, de forma muito bem estruturada, já nas primeiras páginas tirar o fôlego do leitor e aguçar sua imaginação para o que há de vir no decorrer da narrativa.

Um ponto que achei fraco foi a pouca profundidade dos personagens criados, nem a Kate que está em quase todos os momentos possui características que a tornam A personagem. Em compensação o transatlântico Valkirie é digno de nota, pois consegue tomar conta de tudo de uma forma espetacular. Gostei bastante de vários momentos em que o navio tinha o total controle da situação.

A história é surpreendente e me deixou estupefata em vários momentos, porém o autor não se preocupou em explicar todas as situações e terminei o livro com uma leve sensação de que faltava algo, mas nada que atrapalhe a compreensão da história.

A forma de escrever do Loureiro é simplesmente cativante e envolvente, o que favorece bastante sua narrativa e nos faz querer saber o que aconteceu ao navio e às pessoas a bordo no ano de 1939 (quando somos apresentados a eventos e situações acerca do advento da Segunda Guerra Mundial de forma que a história se torna mais ainda interessante). Por que somente um bebê estava a bordo quando o navio foi resgatado e quais os mistérios que rondam esse navio e se haverá escapatória para quem tenta repetir os acontecimentos.

Apesar da leve sensação de que faltou algo, recomendo bastante!!!!





ENCONTRE-ME:
Facebook  Skoob  Twitter  Instagram