livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: Coroa da meia noite -| Sarah J. Maas



Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas. A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.

Atenção pode conter alguns spoilers do 1º livro.

Coroa da Meia Noite é o segundo livro da série Trono de Vidro, escrito pela americana Sarah J. Maas. Foi publicado no Brasil em 2014 pela Editora Galera Record e traduzido por Mariana Kohnert. A obra possui 406 páginas divididas em 56 capítulos. Não possui prólogo e nem epílogo. No início do livro há um mapa do local onde a história se passa. A obra possui páginas amareladas e a diagramação, assim como o tamanho da letra, são ideais. 

Como citado acima, Coroa da Meia Noite é a continuação de Trono de Vidro, livro maravilhoso já resenhado por aqui. Depois que me apaixonei pelo primeiro livro da série, foi hora de me aventurar e me apaixonar ainda mais pelo mundo criado pela Sarah J. Maas.


A obra escrita por Maas conta a estória de Celaena Sardothien, uma garota que após perder os pais e ser resgatada por um homem chamado Arobynn Hamel, mais conhecido como o rei dos assassinos, foi treinada para se tornar a melhor assassina de Adarlan.

No primeiro volume da série a jovem Celaena se vê diante de uma competição que possivelmente trará sua liberdade de volta. Desse modo, ela não enxerga outra alternativa a não ser seguir adiante na competição que elegeria o Assassino do Rei. Caso ganhasse a competição teria que trabalhar para o rei por alguns anos e, então, finalmente seria livre após anos servindo como escrava nas minas de Endovier.


A melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real após vencer a competição do rei. Porém, a lealdade de Celaena nunca esteve com a coroa. Nesse livro, pude acompanhar a evolução de muitos personagens - coisa que não aconteceu no primeiro livro, já que o foco era a competição do rei. Através da narrativa em terceira pessoa, pudemos desfrutar das habilidades da bela Celaena como assassina. Além disso, temos outra perspectiva do Castelo de Vidro. Já que nessa obra já estamos familiarizados com o local.

O triângulo amoroso apresentado no primeiro volume é acentuado nessa segunda obra. O que eu mais gosto de Trono de Vidro é que a dose de romance é na medida certa: nada de muito meloso. Eu não consigo decidir quem eu shippo... Celaena e Dorian ou Celaena e Chaol?! Amo ela com os dois! Cada um tem seu encanto...


O ritmo de leitura é excelente! A autora mantém o clímax durante toda a narrativa. Não dá pra desgrudar da obra! Eu amo tanto esse universo que nas últimas páginas eu li beeeeem lentamente porque não queria que acabasse. Eu realmente sinto saudade desse livro.

As reviravoltas apresentadas no livro foram totalmente imprevisíveis para mim. Apenas no final, que com o decorrer da história, eu consegui deduzir que algo do tipo aconteceria. Porém, mesmo assim, eu fiquei fascinada com a revelação!! Eu imaginei que seria algo do tipo, mas não AQUILO. Estou super ansiosa pelo próximo volume...



Eu tinha grandes expectativas acerca desse livro, já que o primeiro foi muito bom. Para minha felicidade, a síndrome do segundo livro não atingiu essa obra! Fiquei igualmente encantada com esse volume tanto quanto com o primeiro. O livro de Sarah J. Maas me faz sentir saudade dos personagens de uma maneira que há muito eu não sentia. Enquanto espero ansiosamente pelo terceiro volume da série, lerei A Lâmina da Assassina para matar as saudades desse universo encantador. Recomendo o livro a todos que gostam de fantasia e ficção.