livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: presságio - Leonardo Barros


Título: Presságio – o assassinato da freira nua
Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576798040
Ano: 2012
Páginas: 224
Sinopse: Presságio - Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página.
“Presságio – o assassinato da freira nua” é uma obra nacional de ficção policial e mistério escrita pelo médico Leonardo Barros. A obra foi publicada em 2012 pela Novo Século Editora sob o selo de Novos Talentos da Literatura Brasileira possui 220 páginas divididas em 28 capítulos. As páginas são amareladas, a diagramação é padrão, o tamanho da fonte e dos capítulos são ideais.

Nesta obra somos apresentados à Alice, uma jovem loira de vinte e seis anos que é atormentada por presságios desde sua adolescência. Alice passa por vários profissionais da psiquiatria, porém todos a consideram psicótica e desacreditam a possibilidade da moça ter habilidades paranormais.


Dois assassinatos foram cometidos contra duas freiras - uma verdadeira e uma moça fantasiada de freira. Alice vê nesses crimes a possibilidade de ajudar a polícia a solucioná-los através de suas visões.

A história é narrada em terceira pessoa e as visões dos personagens são intercaladas durante a narrativa – coisa que eu particularmente gosto muito, pois acho que a leitura flui melhor.



Leonardo Barros constrói um universo técnico tão bem formulado acerca do âmbito policial e médico que dá gosto de ver. Acredito que o fato do autor ser médico, além de enriquecer a obra, contribuiu muito para a escrita que envolve a medicina forense. É como se você de fato estivesse dentro da cabeça dos médicos, seguindo seu raciocínio. Não é uma linguagem superficial.

Outro ponto interessante do livro é que as informações, procedimentos e processos do âmbito legal da obra são verídicos e condizem com o ordenamento jurídico brasileiro. Como estudante de Direito, foi um ponto que contribuiu muito para que eu me apaixonasse por essa obra! rsrs




“Presságio – o assassinato da freira nua” foi uma leitura muito agradável. Eu gostei demais do livro! A narrativa é envolvente demais. Comecei a ler o livro com grandes expectativas e todas elas foram superadas. Pelo menos até chegar ao final do livro.

O final deixou MUITO a desejar. Tive a impressão que todo o esforço que o autor manteve durante a história se esvaiu ao final. O famoso “final sem desfecho”, sabe? Muito decepcionante. Não fosse isso, a obra receberia 5 estrelas e viraria favorita.


Recomendo esse livro a todos que gostam dos gêneros policial, suspense e mistério. Todavia, a obra possui cenas fortes e um cunho sexual muito grande. Se você é sensível, talvez seja melhor ficar longe da obra. Algumas passagens podem ser chocantes demais. Porém, se você está disposto a se aventurar mesmo assim tenho certeza que não irá se arrepender!





ENCONTRE-ME:
Essa postagem faz parte do Top Comentarista de Março.
Clique na imagem para participar.