livroseflores@outlook.com.br Image Map

Resenha: Vingança Mortal



Edição: 1
Ano: 2014
Editora: Clube dos Autores / Amazon
ISBN: 1495987795
Páginas: 117
Formato: Impresso e Digital
Gênero: Suspense/Policial
Sinopse: Ao receber uma ligação sobre a morte de sua melhor amiga, Brenda volta a sua cidade natal, Lageado Grande. Lá ela vai ao velório de Nicole, onde encontra seu rosto marcado por facas. Uma dúvida surge: será que realmente foi um acidente como todos falam? Ao voltar para casa algumas pistas aparecem, e Brenda fica obstinada a investigar a morte de Nicole. Ela decide então voltar as suas raízes. Porém, o tempo parece ter mudado muitas coisas, inclusive as pessoas que ela imaginava conhecer. Envolvida em uma rede de intrigas, dinheiro, drogas e traição, ela se vê prestes a montar um quebra-cabeça, onde cada peça parece se encaixar com extrema exatidão. E a solução para esse mistério, pode revelar um segredo escondido há muito tempo.


Raquel Machado é formada em Ciência da Computação, e participa do mundo das artes desde criança, sendo a literatura uma de suas maiores paixões. Há anos em meio à blogosfera literária e com histórias sendo escritas em rascunhos, decidiu tirar do baú suas ideias e compartilhar com o mundo. A autora reside no sul do Brasil, na cidade de Caxias do Sul/RS. Mora com os pais, quatro cachorros e uma estante cheia de livros.

A Raquel Machado é autora parceira aqui do blog, para conferir a entrevista com ela clique aqui. Descobri o livro da Raquel através do blog Leitura Vip e de início me encantei pela sinopse e quis logo adquirir meu exemplar. O livro, além de ser nacional, é do gênero suspense policial, um dos meus favoritos, isso fez com que eu me sentisse muito mais animada pela leitura.

A história se passa em duas cidades do estado do Rio Grande do Sul: Caxias do Sul e Lageado Grande. Na época da faculdade, os personagens principais do livro moravam todos em Lageado Grande. Após a formatura, Brenda, a personagem principal, casa-se e muda-se para Caxias do Sul. 

"Toda ação provoca uma reação e algumas são maiores do que imaginamos."

Certo dia, Brenda recebe uma ligação dizendo que Nicole, sua melhor amiga, havia falecido em um acidente de carro. Brenda volta a Lageado Grande com a intenção apenas de comparecer ao velório de sua amiga, mas ao chegar lá ela percebe que o rosto da amiga está marcado por facas e, então, uma grande dúvida surge: será mesmo que foi apenas um acidente de carro? A partir daí, o livro é pura emoção.

De início, achei que a questão do suspense seria descobrir quem matou a Nicole. Porém, a autora foi além disso e nos faz perceber que o grande mistério é descobrir quem realmente é o que aparenta ser. Você é facilmente enganado pelos personagens... E isso foi uma ideia genial da Raquel. 

"Subi correndo as escadas, tropeçando em alguns degraus, e escutei Cristian me perseguindo. Por que eu entrei nesse prédio? Ele não tinha elevador e agora eu estava encurralada..."

Como eu disse na minha vídeo resenha esse jogo de traições e intrigas reflete muito bem alguns círculos sociais. Podemos tirar disso uma reflexão sobre as relações humanas e podemos conectar muitas características dos personagens a pessoas que estão em nosso cotidiano. E isso é um pouco assustador. 

Os personagens foram muito bem construídos, porém, senti falta da descrição das cidades e dos lugares frequentados pelos personagens. Quem conhece as cidades citadas no livro tem uma imagem pré definida do local, mas não são todos os leitores que conhecem Lageado Grande e Caxias do Sul. Outro ponto falho da história é a Brenda ter sido a única a perceber as marcas de facas, a polícia deveria ter visto isso.

"Andando pelo banhado e me escondendo me deparei com um bando de javalis, senti meu sangue gelar. Quando eles se deram conta da minha presença vieram em sua encosta, não tive nem tempo de pensar em nada e sai correndo."

A obra contém cenas de tirar o fôlego! E já adianto a vocês que não são nada previsíveis. Em alguns capítulos eu jurava que sabia o que ia acontecer e a narrativa me surpreendia com um acontecimento totalmente diverso daquele que eu havia presumido. E quer saber? Eu amei essa sensação.

É o tipo de livro que te consome. Você fica ansiosa pela leitura quando não pode ter o livro em mãos. Cada brecha que eu tinha disponível durante as atividades da minha vida, eu corria ler o livro nem que fosse por trinta segundos. Sério!

O livro deixou um gostinho de "quero mais". Espero que a Raquel faça muito sucesso e lance muitas outras obras tão boas quanto Vingança Mortal.


O livro foi publicado de maneira independente em 2014. Possui 117 páginas dividas em trinta e cinco capítulos mais prólogo e epílogo.


A obra possui as páginas brancas, uma diagramação simples com letras de tamanho ideal que permitem que a leitura flua com mais facilidade. Alguns erros de digitação são perceptíveis, mas são ínfimos quando comparados a livros publicados por grandes editoras.


A capa é  flexível e muito interessante: o "i" e o "o" do título se traduzem em uma faca fincada em um coração. É perceptível o pixel estourado na capa, mas isso não diminui sua beleza nem um pouco.


Uma citação que transfere ao leitor uma ideia muito nítida sobre a história:




Até a próxima! :)
ENCONTRE-ME: